A Virtualização dos Espaços de Trabalho, a Sustentabilidade e as Resoluções de Ano Novo

Valentina Vergara

4 de janeiro, 2024

Emerson Bezerra

Historicamente somos capazes de produzir lixo eletrônico na mesma proporção que quebramos nossas promessas e resoluções de Ano Novo.
Reiniciamos o giro em torno do sol com um “novo” ciclo cheio de oportunidades e para muitos o momento de escrever suas metas, ou resoluções, e guardá-las em uma infinidade de formas de armazenamento, virtualizada ou não.

Somos capazes de levar no bolso uma capacidade cada vez maior de processamento, armazenamento e um sem-fim de informações e notificações e trabalhamos, ou produzimos, nos mesmos dispositivos quase que com a mesma desenvoltura que com nossas “Estações de Trabalho”; que pode ser virtualizada remota e também sustentável.

Dar sobrevida a um equipamento que a Lei de Murphy (já não mais em produção) já havia descartado e virtualizar aplicações, que antes exigiam um enorme investimento em hardware, passou a fazer parte das resoluções de Ano Novo, para todos os que continuam a fazer sempre mais com menos.

Que em nossas resoluções de Ano Novo, possamos produzir mais com menos lixo eletrônico, possamos virtualizar aquilo que antes era símbolo de status e que ao chegar ao final do “giro” “sabendo que pelo menos alguém respirou melhor porque você viveu”.

#sustentabilidade
#sostentabilidad
#daas
#bluespace



Compartir
Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter